Sustentabilidade e rentabilidade

Não faz muito tempo John Elkington, autor de inúmeros livros sobre ecologia, economia sustentável e comportamento social, baseado numa ideia anterior, lançou Cannibal With Forks tornando popular o conceito chamado de Triple Bottom Line que relaciona desenvolvimento econômico, com uso racional de recursos do planeta e que promovam justiça social. Conceito também conhecido como 3 Ps, para People, Planet e Profit. A ideia por trás disso é que o desenvolvimento econômico considere as relações e influencias às pessoas e ao meio ambiente, o que tradicionalmente parece ser conflitante. Saindo da ideia tradicional de maximizar lucros aos acionistas (shareholders), vai-se para entender como são afetados todas pessoas afetadas pelas decisões (os stakeholders).

Criado no começo da década de 90 o U.S. Green Building Council ou USGBC, cuja missão é “Transformar a maneira como edifícios e comunidades são desenhados, construídos e operados permitindo um ambiente que seja responsável, saudável e próspero melhorando a qualidade de vida“, promove o desenvolvimento de construções que sejam menos impactantes ao mesmo tempo que façam sentido economicamente. Para isso, o USGBC promove advocacia de formas melhores de construção, exposições e desenvolvimento de novos produtos. O programa LEED de certificação de prédios sustentáveis dispõe de ações que contribuem em 7 categorias de impacto por ordem de prioridade:

  • Reverter contribuição para as mudanças climáticas globais
  • Melhorar saúde e bem estar individual
  • Proteger e restaurar os recursos hídricos
  • Proteger, melhorar e restaurar ecossistema e biodiversidade
  • Promover ciclo de materiais sustentáveis e regenerativos
  • Construir uma economia verde
  • Melhorar equidade social, justiça ambiental e qualidade de vida das comunidades

Através destas categorias de impacto são definidos, para diversos tipos de construções, itens a serem explorados na construção que ajudarão a melhorar os itens do Triple Bottom line. Cada construção certificada aumenta o seu valor de venda ou locação devido à procura no mercado, seja por intenção contribuir para um mundo melhor, seja para atrair mais consumidores ou seja por benefícios operacionais. Ao se considerar custo de ciclo de vida (life cycle cost), os prédios certificados mostram economia de uso de água e energia (com isso, menor gasto direto em operações), além aumento de produtividade com redução de absenteísmo por doenças respiratórias, melhor ergonomia, ventilação e iluminação que trarão conforto adicional. Outro foco do programa além da economia em operações, é estimular o uso de transporte alternativo, redução de materiais extraídos, reuso e reciclagem nesta ordem de importância, transporte alternativo, integração com a comunidade e economias locais e saúde pessoal. Para saber mais sobre o programa LEED acesse a página principal do programa no USGBC. Em estudos recentes nos EUA, encontrou-se:

Projetos certificados apresentam em média 25% de economia com gastos de fornecimento de energia elétrica. Estes projetos tem um custo de operações cerca de 19% menor que a média nacional. Também mostram 36% de redução de emissões de CO2 e 27% de aumento em satisfação dos usuários, o que se traduz em melhor capacidade de atrair e reter talentos.

Indo além dos programas de construções, companhias de qualquer tamanho contribuem através de ações em comunidades locais. Exemplos mais interessantes são empresas que reciclam ou reutilizam materiais de forma inteligente como a Interface que consegue reciclar placas de carpete em redes de pesca reduzindo descarte e lixo ambiental enquanto auxilia economia local.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s