O que se tem feito e repensando em educação e como fugir do tradicional e ineficaz sistema público.

Encontrei este artigo na Wired hoje a respeito de uma inovação em uma cidade pobre no México, perto da fronteira com os EUA. Por mais adversas que sejam as condições, Sergio Juárez Correa, uma professor que questionou a idéia tradicional de ensino de cima para baixo baseado na premissa de mais de um século de avaliação por capacidade de decorar ao invés de pensar, estudar e entender.

Parece óbvio falar isso mas está longe de ser verdade isto e temos muito a mudar nas escolas com relação a isso. Os países que encontram isto antes, tem uma boa chance de ganhar melhor material para as posições mais exigentes do mercado. Baseado no estudo e experiência de outro colega, Sergio conseguiu incentivar alunos a estudar de outra forma porque todos tem potencial, mesmo com infraestrutura ruim da escola.

Segunda metade do artigo explica o trabalho que seu mentor Sugata Mitra fez na Índia estimulando o estudo de forma diferente do tradicional top-down. Tão interessante e impressionante resultado que as crianças aprendem melhor ao seu ritmo, corroborando alguns fatos de escolas alternativas. Veja mais no > http://www.wired.com/business/2013/10/free-thinkers/?cid=13144904

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s